Sei que a grande maioria de vocês deve estar pensando: Lá vem mais um texto falando sobre tudo o que eu já sei dessa pandemia. Mas antes de desistir de ler esse post, queria te perguntar uma coisa: Quão importante é seu negócio? Se sua resposta for; Muito! Te aconselho a ler até o fim. Agora, se hoje ele não tem mais tanta importância assim e você está esgotado, peço mais uma chance! Leia até o final.

Minha intenção ao criar esse post não foi a de apresentar uma fórmula mágica para você sair da crise. Muito menos me aproveitar da sua dor para oferecer algum tipo de produto. Queria apenas bater um papo sobre essa situação que vem causando desconforto em muitos empreendedores, mas que podemos tirar grandes lições e com isso, nos fortalecer para o próximo passo. Sério! Digo próximo passo porque EU ACREDITO que tudo isso vai passar e muitos, se quiserem, estarão mais fortes e maduros para lidar com situações de crise.

A primeira dica que eu dou é: tente manter a calma. Sei que pode parecer impossível manter a calma em uma situação como essa, mas acredite, sem manter a calma acabamos tomando decisões precipitadas e em alguns casos, sem volta.

A segunda dica é: estudar a realidade da sua cidade. Sabemos que a crise afetou o mundo, porém cada parte do mundo tem sua particularidade. Todos os segmentos, sejam eles de produtos ou serviços estão sofrendo. Pequenos, médios, grandes, todos. Mas, cada qual com a sua realidade de mercado, por isso essa dica é importante, estude a realidade de sua cidade, é através desse estudo que você norteará suas decisões.

A terceira dica creio que seja uma das mais complicadas, mas vejo como a primordial para se manter vivo em meio a essa tempestade: esteja aberto para mudanças radicais em seu negócio. Todas as vezes que falamos sobre mudança, a resistência é muito grande. Acredito que o medo do novo, do incerto, seja o maior responsável por não queremos mudar. Mas dessa vez só temos duas opções: ou mudamos nosso conceito sobre o que é negócio, ou fechamos de vez as portas. Eu acredito que você vai escolher a primeira opção. EU ACREDITO!

A quarta dica que eu também acho importante, principalmente em um momento como esse é: faça parcerias! Sei que alguns ainda enxergam seus concorrentes como adversários. Mas uma das coisas boas que essa pandemia trouxe, pelo menos pra mim, é a convicção de que não somos adversários, e mais, trouxe também a certeza de que se a gente não se unir, todos nós, sem excessão, vamos perecer.

A quinta e última dica que dou é a seguinte: NUNCA trapaceie para ganhar clientes! Quando falo sobre trapacear, me refiro a usar meios ilegais (aumento abusivo de preços, produtos falsificados e sem licença dos órgãos competentes, etc) para se beneficiar em um momento como esse. Os clientes não são apenas aqueles que consomem seus produtos ou serviços. O cliente é muito mais do que isso! Ele tem nome, profissão, família, ele é humano e também está com medo dessa crise, assim como você. Por isso, seja transparente, seja gentil, seja justo e acima de tudo seja solidário.

#juntosSOMOSmaisfortes